Entenda como funciona a variação de preços entre unidades de um mesmo apartamento!

Entenda como funciona a variação de preços entre unidades de um mesmo apartamento!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na hora de realizar o sonho da casa própria é muito importante pesquisar com calma, tendo ciência de quanto se pode investir – e quanto do orçamento mensal pode ser comprometido. Também é essencial saber exatamente o que está procurando para evitar futuras dores de cabeça e frustrações. Por isso, é importante entender o que pode influenciar na variação dos preços dos imóveis.

É fácil entender a influência de fatores como a localização e o tamanho do imóvel na precificação, mas como explicar situações nas quais diferentes unidades de um mesmo empreendimento possuem valores distintos, por exemplo?

Quantidade de vagas

O número de vagas de garagem disponíveis pode mudar entre uma unidade e outra, dependendo do empreendimento, o que acaba agregando ou reduzindo o valor dos apartamentos. Afinal, vagas cobertas tendem a ser mais valorizadas que as sem cobertura.

Além disso, outro ponto importante é a forma como as garagens são definidas: em alguns empreendimentos essas são escrituradas, enquanto em outros é realizado um sorteio periódico para definir quem usará cada vaga.

Infraestrutura do condomínio

O número de elevadores e de torres presentes no condomínio, assim como o espaço e a diversidade de itens de lazer disponíveis nas áreas comuns, influenciam diretamente nos valores em geral dos apartamentos, e do condomínio como um todo. No entanto, muitos empreendimentos oferecem opções de unidades personalizadas, com diferentes tipos e padrões de acabamentos, o que deixa o apartamento com a sua cara, além de agregar maior valor ao imóvel.

Estado de conservação

Para imóveis com algum tempo de uso, um dos fatores mais importantes a se observar é o seu estado de conservação. Imóveis de menor preço podem acabar gerando gastos maiores, a depender do estado da pintura e dos revestimentos da parede e do piso, ou da necessidade de pequenas reformas nos encanamentos ou partes elétricas, por exemplo.

Cenário econômico

A correção no valor dos imóveis é feita pela tabela INCC (Índice Nacional da Construção Civil), e depende da concorrência existente entre os produtos, assim como ocorre em praticamente toda a economia. O INCC avalia, entre outras coisas, os custos de construção do imóvel em determinada região e o preço da mão-de-obra especializada.