Diferença entre valor e preço de um imóvel!

Diferença entre valor e preço de um imóvel!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Você sabe qual é a diferença entre valor e preço de um imóvel? 

Enquanto o preço está relacionado com o valor pago pelo imóvel, o valor possui um significado mais profundo. Um imóvel não pode ser mensurado apenas pelo seu valor, tendo em vista que outros fatores são igualmente importantes como, por exemplo, o produto, a fabricante do produto e o canal de venda.

O que queremos dizer quando mencionamos estes três fatores? Que além do preço, é necessário avaliar a disponibilidade da entrega, as garantias e diversidades de modelos, bem como a reputação da marca que desenvolveu o projeto e a sua reputação e tradição dentro do mercado.

Por isso é importante investir em uma empresa que cumpra rigorosamente com os padrões de segurança e qualidade necessários para um imóvel, assim como a Ecco Braz, que já conta com 12 anos de experiência no mercado!

Para ajudar quem deseja procurar por imóveis nos dias de hoje, nós vamos mostrar qual a diferença entre valor e preço de casas e apartamentos.

Preço

Para quem ainda não sabe ao certo a diferença, vamos começar procurando entender o que o conceito de preço significa, pois ele é, quase sempre, o que impera nas negociações de imóveis em todo o Brasil atualmente.

O preço nada mais é do que o que se paga por um imóvel, e por este motivo, ele acaba por variar conforme momento econômico e conforme tendências de mercado, o que pode fazer com que ele seja maior ou menor do que o valor real de um imóvel.

Em resumo, quando a economia do Brasil está bem, o preço de um imóvel pode subir muito além do seu valor real, e para o proprietário, este poderá ser o momento certo para realizar a venda.

Agora quando a economia não vai tão bem assim, é possível que o preço do imóvel acabe ficando abaixo do seu real valor de mercado, o que pode ser um problema para o proprietário, mas que também pode ser uma grande oportunidade para o comprador.

Valor

Agora para quem deseja entender a fundo o funcionamento do mercado imobiliário, será fundamental conhecer o conceito de valor, que é diferente do conceito de preço pelo fato de que ele tem a ver com o que de fato vale um determinado imóvel ou terreno.

Em resumo, se o preço pode variar de acordo com tendências de mercado e de acordo com o momento da economia do país, o valor é definido por questões mais relacionadas ao imóvel em si, como localização, dimensões e condições de conservação.

Ou seja, ele pode valer 300 mil reais, mas isto não significará que você irá pagar isto por ele, já que se a economia estiver boa, ele poderá custar mais e se o momento for de crise, ele poderá custar menos do que isto.

Dois apartamentos podem ser avaliados, por critérios técnicos, pelo mesmo preço de venda, mas podem apresentar valores completamente diferentes na percepção de quem vai comprá-los – em função das expectativas de cada comprador. Isso também significa que um cliente pode atribuir o mesmo valor a bens oferecidos a preços muito diferentes.

Ou, ainda: um apartamento pode custar o dobro de outro. O valor atribuído ao imóvel de maior valor pode compensar o investimento se as características e os atributos do empreendimento irem ao encontro das necessidades do cliente – tamanho, padrão de acabamento, áreas de lazer, vagas de garagem, quantidade de quartos e por aí vai.

Seguindo esse raciocínio, além de preço e valor também está em jogo, em qualquer decisão de compra, o custo e o benefício de um produto ou serviço. Portanto, é necessário, sempre, ir em busca de conhecimento e de informações relevantes – ainda mais quando se trata de um investimento imobiliário.