Dicas de convivência entre condôminos no período do novo coronavírus

Dicas de convivência entre condôminos no período do novo coronavírus

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Diante dos desdobramentos ocasionados pelo novo coronavírus é possível pensar em ações que podem preservar a sua saúde e segurança, bem como das pessoas que convivem com você e seus familiares no condomínio.

Desta forma, a Ecco Braz separou um conteúdo direcionado para esta questão, com dicas que podem contribuir para o convívio coletivo no período da Covid-19.

O primeiro ponto está relacionado com questões mais preventivas que também estão sendo divulgadas nos principais meios de comunicação, portanto caso seja possível, evite locais que tenham uma maior chance da proliferação do vírus ou redobre a atenção ao adentrá-los.

Além disso, é possível reduzir a possibilidade de contágio a partir de certas atitudes, tal como evitar que pessoas que não estejam convivendo na mesma casa utilizem o elevador simultaneamente, portanto é recomendado o uso individual dos mesmos para evitar aglomerações e reduzir os riscos existentes.

Não se esqueçam de higienizar as mãos com álcool em gel e de utilizar a máscara!

Cuidado com condôminos que façam parte dos grupos de risco:

O primeiro ponto é realizar um mapeamento de todas as unidades do condomínio que contenham pessoas que possam estar dentro dos grupos de risco já conhecidos como, por exemplo, diabéticos, hipertensos, cardíacos, asmáticos e pessoas que possuam algum tipo de doença renal e montar um plano de ações caso seja confirmado que o vírus esteja circulando entre os moradores.

Medidas preventivas como, por exemplo, o uso de máscaras e a disponibilização de refis de álcool em gel nas entradas do condomínio, no hall dos edifícios e demais ambientes que possam ter passagem contínua e frequente dos residentes já são opções viáveis que podem gerar um impacto positivo enorme.

Além disso, é possível desenvolver uma rede de solidariedade, com pessoas que se disponibilizem a realizar as compras, ir à farmácia ou ao pet shop pelas pessoas inseridas no grupo de risco.

Cuidado no momento da retirada de delivery:

Tendo em vista que a classe dos entregadores está em frequente contato com uma grande quantidade de pessoas em decorrência das características do próprio trabalho, é recomendável que os moradores sigam alguns procedimentos para evitar e/ou reduzir a possibilidade de contágio, seja do novo coronavírus ou de outras enfermidades.

Portanto não se esqueça de lavar a superfície dos produtos e higienizar as mãos logo ao chegar em casa, o que pode ser determinante para evitar a contaminação de outras superfícies.

Além disso, no momento que for receber o delivery, utilize máscara e evite pegar o elevador com outras pessoas.

Cuidado com as áreas comuns:

Sendo assim, é importante que o condomínio se atente a algumas questões que beneficiem a segurança e saúde dos seus moradores como, por exemplo, realizar a limpeza e desinfecção das superfícies que são utilizadas diariamente com uma alta frequência pelos condôminos, como no caso dos elevadores, corrimãos, maçanetas e aparelhos de biometria.

Esta higienização pode ser realizada com a utilização de álcool ou produtos com álcool, alvejante e hipoclorito de sódio.

É importante estimular que os moradores também realizem a higienização frequente das mãos ao circularem pelas áreas comuns. Para isso é importante que seja disponibilizado para os mesmos dispensers com álcool em gel nas áreas de acesso.

Outra medida que é necessária ser adotada neste período, apesar de gerar uma certa insatisfação nas pessoas, é a interdição das áreas de lazer, já que infelizmente há um altíssimo risco de contaminação nestes ambientes.

Solidariedade e cooperação entre os condôminos:

A política da boa vizinhança nunca foi tão importante como agora, principalmente porque as pessoas estão ficando mais tempo em casa e alguns aspectos estão sendo mais perceptíveis, como o barulho feito pelas unidades, o que pode intensificar os problemas entre os moradores.

Sendo assim, contribua para o bem-estar próprio e coletivo, buscando adotar uma postura mais solidária neste momento! Isto pode incluir desde ajudar aqueles que correm maior risco com as suas tarefas comuns do dia a dia de qualquer pessoa como, por exemplo, realizar compras no supermercado e também colaborar para que se evite ruídos ou barulhos excessivos que possam atrapalhar outras unidades.